Passar para o conteúdo principal

Medicina Intensiva

Medicina Intensiva

Diretor
Dr. João Paulo Azenha Pina

Medicina intensiva é a especialidade médica que presta suporte avançado de vida a pacientes com desarranjo agudo de alguma função vital. A medicina Intensiva é uma especialidade médica dedicada ao suporte à vida ou suporte de sistemas e órgãos em pacientes que estão em estado crítico, que geralmente necessitam de um acompanhamento intensivo e monitorado. Esta especialidade é exercida idealmente por médicos intensivistas com formação específica, embora frequentemente profissionais de outras especialidades como pneumologia e nefrologia atuem como plantonistas em diversas unidades. Os cuidados intensivos geralmente são oferecidos apenas para pacientes cuja condição é potencialmente reversível e tem uma chance de sobreviver com o apoio de terapia intensiva. Posto que os doentes críticos que estão à beira da morte, passarão por uma intervenção na qual o resultado será difícil de prever. Consequentemente, muitos pacientes ainda morrem na UTI. Um pré-requisito para a admissão de uma unidade de cuidados intensivos é que a condição subjacente deste paciente possa ser superada. Portanto, o tratamento intensivo é usado apenas para ganhar tempo para que a aflição aguda possa ser resolvida.